Região do Norte

Plataforma FIBRENAMICS GREEN conquista lugar de finalista do prémio europeu Regiostars 2020

Votos do público decorrem on-line até 15 de setembro

A plataforma internacional Fibrenamics Green, uma iniciativa do Centro para a Valorização de Resíduos da Universidade do Minho, conquistou o lugar de finalista na edição 2020 do Prémio Europeu Regiostars, uma iniciativa da Comissão Europeia. O reconhecimento privilegia o trabalho em rede que a plataforma dinamiza e que envolve as diferentes fases da criação de novos produtos – como o design, a engenharia e a criatividade – criados a partir do aproveitamento de resíduos de várias indústrias do Norte de Portugal.

Trata-se de um investimento apoiado pelo NORTE 2020, no contexto dos incentivos para a transferência do conhecimento científico e tecnológico, que concorre agora com mais quatro projetos europeus finalistas do Regiostars, na categoria “Economia circular para uma Europa verde”. O vencedor será decidido por um júri e conhecido a 14 de outubro, num evento público inserido na Semana Europeia das Regiões e Cidades.

Adicionalmente, a Fibrenamics Green concorre com os 25 finalistas das cinco categorias a concurso para o Prémio do Público. Os votos são abertos a todos os cidadãos e decorrem on-line, até 15 de setembro, em  https://regiostarsawards.eu/ .

O retorno do investimento e os bons resultados alcançados pelo Centro  para a Valorização de Resíduos da Universidade do Minho levaram a que este projeto que nasceu na Região do Norte esteja agora a ser replicado nos Açores.