Saltar para o conteúdo principal da página

Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte

Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte União Europeia

Menu Mobile

A Vice-Presidente da CCDR-N, Célia Ramos, participou na cerimónia que assinalou os 19 anos do Alto Douro Vinhateiro como Património da UNESCO.

A sessão, organizada pelo Museu do Douro e transmitida através das suas redes sociais, teve ainda como foco a entrega de Prémios do Concurso Internacional de Fotografia 2020 e abertura da exposição de Rui Pires.

O Concurso Internacional de Fotografia Douro Património Contemporâneo – Memória com Futuro - promovido pela Fundação Museu do Douro, em parceria com o Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto e o apoio mecenático da EDP - foi atribuído a António Jaime Abrunhosa, pelo conjunto-obra “Paisagens”.

Já a exposição do fotógrafo Rui Pires, apresentada durante o evento, conta com uma grande coleção de fotografia oferecida ao Museu do Douro (pelo próprio artista) composta por 324 imagens.

A CCDR-N tem como missão proteger, conservar, valorizar, divulgar e promover a “Paisagem Cultural, Evolutiva e Viva do Alto Douro Vinhateiro”, inscrita na Lista do Património Mundial da UNESCO. Com enquadramento na Resolução do Conselho de Ministros n.º 4/2014, que comete esta missão à CCDR-N, e no Decreto-Lei n.º 68/2014, que integra esta competência na CCDR-N, a Missão Douro intervém não só na área classificada como também na zona tampão, que corresponde ao território abrangido pela Região Demarcada do Douro.

Voltar ao Topo da Página