Saltar para o conteúdo principal da página

Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte

Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte União Europeia

Menu Mobile

Instituições de vários concelhos da Região Norte viram ontem aprovados pelo "ON.2 – O Novo Norte” (Programa Operacional Regional do Norte) vinte e seis projetos de requalificação na área do Património Cultural. As intervenções em causa, no valor de mais de 17 milhões de euros – com um cofinanciamento FEDER superior a 13 milhões de euros –, dizem respeito, na maioria dos casos, à conservação, restauro e reabilitação de património classificado e, também, a centros interpretativos.

A Casa de Chá da Boa Nova, em Leça da Palmeira (investimento de quase 577 mil euros), a Igreja de São Pedro, em Amarante (758 mil euros), a reabilitação do conjunto edificado do Parque Urbano do Paço da Giela, em Arcos de Valdevez (1,4 milhões de euros), o Centro Interpretativo da Maria da Fonte, na Póvoa de Lanhoso (1,5 milhões de euros), o Centro Interpretativo das Memórias da Misericórdia de Braga (4,2 milhões de euros) ou a Valorização e dinamização do Centro Cultural Solar dos Condes de Vinhais, em Vinhais (275 mil euros) são alguns dos projetos que viram aprovada a sua candidatura ao cofinanciamento do ON.2.

No quadro dos apoios ao Património Cultural, o regulamento indica que se pretende "melhorar as condições de salvaguarda, de valorização e de animação do património cultural (imóvel, móvel e oral), numa perspetiva de transmissão para o futuro dos bens culturais”.
 

Outras notícias relacionadas com o ON.2 estão disponíveis na internet em www.novonorte.qren.pt.

Voltar ao Topo da Página