ON.2 - O Novo Norte

Investimento de 17 milhões de euros do ON.2 requalifica património cultural Região Norte

Aprovação contempla 26 projetos

Instituições de vários concelhos da Região Norte viram ontem aprovados pelo "ON.2 – O Novo Norte” (Programa Operacional Regional do Norte) vinte e seis projetos de requalificação na área do Património Cultural. As intervenções em causa, no valor de mais de 17 milhões de euros – com um cofinanciamento FEDER superior a 13 milhões de euros –, dizem respeito, na maioria dos casos, à conservação, restauro e reabilitação de património classificado e, também, a centros interpretativos.

A Casa de Chá da Boa Nova, em Leça da Palmeira (investimento de quase 577 mil euros), a Igreja de São Pedro, em Amarante (758 mil euros), a reabilitação do conjunto edificado do Parque Urbano do Paço da Giela, em Arcos de Valdevez (1,4 milhões de euros), o Centro Interpretativo da Maria da Fonte, na Póvoa de Lanhoso (1,5 milhões de euros), o Centro Interpretativo das Memórias da Misericórdia de Braga (4,2 milhões de euros) ou a Valorização e dinamização do Centro Cultural Solar dos Condes de Vinhais, em Vinhais (275 mil euros) são alguns dos projetos que viram aprovada a sua candidatura ao cofinanciamento do ON.2.

No quadro dos apoios ao Património Cultural, o regulamento indica que se pretende "melhorar as condições de salvaguarda, de valorização e de animação do património cultural (imóvel, móvel e oral), numa perspetiva de transmissão para o futuro dos bens culturais”.
 

Outras notícias relacionadas com o ON.2 estão disponíveis na internet em www.novonorte.qren.pt.