Agenda Regional do Norte para a Economia Circular - Cidades

As Cidades são palco de fluxos e concentração demográfica, de conhecimento, de produção e consumo, de energia, de alimentação, o que faz com que sejam também “grandes produtoras” de resíduos e efluentes.

Segundo o Relatório da Ellen MacArthur Foundation, em 2050, 75% da população residirá em cidades sendo que atualmente cerca de 85% do PIB global é gerado em contexto urbano. Esta dinâmica coloca uma enorme pressão sobre os sistemas urbanos, com particular relevância para os recursos naturais, a mobilidade urbana e a própria qualidade de vida do cidadão.

Estas dinâmicas conferem às Cidades um papel catalítico para impulsionar a transformação da abordagem linear tradicional para uma estratégia circular, sendo que, em última análise, serão as próprias Cidades as maiores beneficiárias de tal transição. O papel da escala local é determinante para repensar o atual funcionamento dos sistemas urbanos, designadamente na exploração de novas formas de produção e otimização de valor que assegurem a sustentabilidade dos recursos.

Neste contexto, a CCDR-Norte considera que as Cidades da Região do Norte podem ser agentes ativos na transição circular através da experimentação prática de soluções inovadoras de cariz circular para abordar desafios urbanos complexos, designadamente a implementação de medidas de política pública que podem influenciar cidadãos/consumidores e padrões da atividade económica no tecido urbano.

 

Notícias

Cidades da Região Norte revelam soluções urbanas inovadores e circulares

2019.05.21

Conferência discute benefícios da Economia Circular nas cidades

2019.05.02

CCDR-N promove workshop sobre Cidades no contexto da Agenda Regional para a Economia Circular

2018.11.30

 

Eventos

Conferência "Cidades e Territórios: Opoirtunidades e Beneficios para a Economia Circular" | Aqui