Investigação

UMinho inaugura instituto centrado na Bio-Sustentabilidade

11 de Outubro | Braga

O presidente da CCDR-N, Fernando Freire de Sousa, é uma das presenças confirmadas, no próximo dia 11 de Outubro, na sessão inaugural do IB-S - Instituto de Ciência e Inovação para a Bio-Sustentabilidade da Universidade do Minho.

A nova unidade de investigação da UMinho pretende, por um lado, colocar a ciência ao serviço de um modelo de vida sustentável e com maior qualidade no ambiente humanizado e natural. E por outro, contribuir para a criação de spin-offs, promover formação pós-graduada e difundir conhecimento, em conjunto com empresas, autarquias, associações, particulares e unidades científico-tecnológicas.

Se por um lado, o pólo bracarense acolhe laboratórios para ciências biológicas, biodiversidade, biotecnologia e ecologia, já o de Guimarães centra-se nas ciências dos materiais, produção e gestão de energia, sensores, conservação e reabilitação do ambiente construído.

A realizar-se no campus de Gualtar, em Braga, a cerimónia inaugural conta ainda com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, do secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, e do reitor António M. Cunha.

Trata-se de um investimento apoiado pelo anterior quadro comunitário, através do “ON.2 – O Novo Norte”, no contexto do QREN e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.