Institucional

CCDR-N integra redes de organismos para a Valorização do Interior

Resolução de Conselho de Ministros

As CCDR, enquanto instituições públicas orientadas para o desenvolvimento regional, integram redes de apoio locais e regionais previstas no contexto da revisão do Programa de Valorização do Interior (Resolução do Conselho de Ministros n.º 16/2020), nomeadamente em matéria de mobilidade habitacional e de promoção do emprego. Em causa está o reforço dos incentivos à mobilidade geográfica de trabalhadores que, trabalhando e residindo atualmente fora dos territórios do interior, se pretendam aí estabelecer.

A estratégia de desenvolvimento regional e de valorização dos territórios menos povoados (Resolução do Conselho de Ministros n.º 18/2020) prevê, igualmente, “a desconcentração de serviços públicos para as CCDR que criem novas oportunidades para transferir pessoas e competências para o interior” e a criação de uma plataforma de divulgação de competências e vocações distintivas dos territórios do interior, elaborada com a contribuição das CCDR.

Adicionalmente, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia cria, em estreita colaboração com as CCDR, o programa «Conhecer Portugal» (Resolução do Conselho de Ministros n.º 14/2020), que fomentará atividades de investigação e desenvolvimento (I&D) para estudar e valorizar regiões com baixa densidade populacional.