Cooperação

Projeto ARIEM 112 encerra com sucesso e prepara nova cooperação transfronteiriça

20 de Novembro | Porto

A CCDR-N acolhe, no próximo dia 20 de novembro, a sessão de encerramento do projeto ARIEM 112 que, ao longo de três anos, concretizou, ao nível das emergências, a cooperação mútua entre a Região do Norte de Portugal, Galiza e Castela e Leão.

No encontro, que contará com a presença do vice-presidente da Junta da Galiza, Alfonso Rueda, serão iniciados os preparativos para o lançamento de um novo projeto para os próximos três anos, apoiado pelo INTERREG V Espanha- Portugal (POCTEP) 2014-2020.

Nesta fase final do projeto ARIEM 112, as autoridades portuguesas envolvidas (INEM, Autoridade Nacional de Proteção Civil e PSP) vão receber 732 adaptadores de conexão para mangueiras de incêndio, que eram incompatíveis com as do lado espanhol, 4450 detetores de incêndios domésticos, 332 terminais de comunicações móveis de emergência TETRA, uma câmara de visão térmica e 55 equipamentos de respiração autónomos para bombeiros.

O ARIEM 112, que nesta primeira fase correspondeu a um investimento de 2,8 milhões de euros, abrange todos os municípios transfronteiriços da região do Norte, incluindo os do distrito da Guarda, da Galiza e Castela e Leão. Nos três anos de vigência do projeto, foram estabelecidos diversos pactos de ajuda mútua na área de emergências e concretizados quatro simulacros para testar a capacidade de resposta simultânea nos dois lados da fronteira.

Ao disponibilizar um serviço 24 horas por dia nas três regiões, de forma rápida e eficaz, o ARIEM revela um carácter inovador na competência técnica e na forma de cooperação transfronteiriça.