À conversa com

Ana Luísa Amaral

Ana Luísa Amaral lê e comenta obra de Sophia de Mello Breyner para a infância

A partir das obras de Sophia de Mello Breyner, “A Fada Oriana” e “A Menina do Mar”, a poetisa Ana Luísa Amaral fez uma leitura atenta sobre a interpretação da infância por Sophia. A sessão “À Conversa com” teve lugar a 12 de junho, às 11h00, na Biblioteca Municipal de São João da Pesqueira.

Ana Luísa Amaral é professora da Faculdade de Letras do Porto e membro da Direcção do Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa, no âmbito do qual dirige o grupo internacional de pesquisa Intersexualidades, tendo coordenado projectos internacionais. Autora de mais de três dezenas de livros de poesia, teatro, ficção e infantis. Traduziu diferentes autores, como Emily Dickinson, William Shakespeare ou John Updike. Os seus livros estão traduzidos e editados em mais de uma dezena de países. Obteve várias distinções, como a Medalha de Ouro da Câmara Municipal de Matosinhos e a Medalha de Ouro da Câmara Municipal do Porto, ambas por serviços à Literatura, e diversos prémios, entre os quais o Prémio Literário Correntes d’Escritas, o Premio di Poesia Giuseppe Acerbi, o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores, o Premio Internazionale Fondazione Roma ou o Prémio PEN, de Ficção.

 

Esta sessão insere-se na iniciativa "SOMOS DOURO", promovida pela CCDR-N, a Comunidade Intermunicipal do Douro e a Liga dos Amigos do Douro Património Mundial no âmbito da classificação do Alto Douro Vinhateiro Património Mundial. Comissariada por Anabela Mota Ribeiro, jornalista natural da região, esta ação foi desenhada para envolver a população do território num festival que inclui um fórum, conversas, roteiros, oficinas e espetáculos nos 19 concelhos do Douro.