A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) apresenta a 11 de fevereiro, às 14h30, na Villa Moraes, em Ponte de Lima, o projeto “Caminho de Santiago - Caminho de Torres”, um itinerário jacobeu que ganha novo impulso no Norte de Portugal.

O investimento no “Caminho de Torres” junta cinco comunidades intermunicipais (Douro, Tâmega e Sousa, Ave, Cávado e Alto Minho) e passa pelo levantamento histórico e sinalização do percurso em mais de uma dezena de municípios da região. A rota, que une Salamanca a Santiago de Compostela, inclui cerca de 600 quilómetros e une a Ponte do Abade, em Sernancelhe, a outras localidades como Amarante, Guimarães e Braga, passando por Ponte de Lima, onde entronca com o Caminho Central Português.

A apresentação do projeto intermunicipal, apoiado pelo NORTE 2020, no contexto do Acordo de Parceria Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, incidirá sobre o seu potencial cultural, turístico e económico.