Saltar para o conteúdo principal da página

Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte

Comissão de Coordenação de Desenvolvimento Regional do Norte União Europeia

Menu Mobile

O Presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), António Cunha, reúne esta sexta-feira com mais de duas dezenas de altos dirigentes de setores do Estado, tendo na agenda os desafios que se colocam à Região Norte no horizonte de curto e médio prazo. Do encontro participam também os presidentes das entidades intermunicipais da Região Norte.

O encontro visa colocar à mesma mesa os responsáveis por políticas e serviços públicos de interesse estratégico para a Região Norte, entre os quais do Emprego e Formação Profissional, da Economia, da Saúde, da Educação, da Ciência e Tecnologia, do Ambiente, da Coesão e Fundos Comunitários, da Cultura e do Turismo, entre outros –, procurando estimular uma troca de informações útil à coordenação de objetivos e intervenções no território regional, mas também sinalizar iniciativas e intervenções relevantes em diversos setores.

Precedendo a reunião do Conselho Regional do Norte – o órgão consultivo de carácter político da CCDR-N – da próxima terça-feira, este fórum tem como pano de fundo o novo ciclo da Política de Coesão da União Europeia, para o horizonte 2021/2027, e a definição de novas estratégias e programas nacionais e regionais para a aplicação do próximo pacote de ajudas comunitárias, bem como o Plano de Recuperação e Resiliência português.

Desde 2015 que o Conselho de Coordenação Intersectorial da Região Norte não reúne, pelo que este encontro adquire um significado especialmente relevante. A recomposição e relançamento deste órgão de coordenação de políticas e intervenções da Administração Central no plano regional, já proposto ao Governo português, fará parte também dos assuntos da agenda.

Nesta reunião, António Cunha apresentará a visão e apostas da estratégia “NORTE 2030”, aprovada a 30 de Dezembro de 2020, assim como a recente participação pública da Comissão Permanente do Conselho Regional do Norte relativa à proposta de PRR.

Voltar ao Topo da Página