Fundos Comunitários

ON.2 com taxa de execução de 87 por cento

Balanço

O presidente da CCDR-N, Autoridade de Gestão do “ON.2 – O Novo Norte”, assumiu hoje, na 10ª reunião da Comissão de Acompanhamento do Programa Operacional Regional do Norte 2007/2013, o desafio de chegar ao final de julho com uma taxa de execução de 97 por cento. À data, o valor fixa-se nos 87 por cento.

A fundamentar a expetativa de Emídio Gomes está não só o compromisso dos promotores do ON.2 de executarem candidaturas em curso, mas também as recentes contratualizações de apoios em regime de overbooking para projetos que se encontram numa fase já maturada de execução. A título de exemplo dos 143 contratos efetuados no overbooking, destacam-se iniciativas como o Rali de Portugal, o WTCC de Vila Real ou o Festival de Vilar de Mouros.

Do balanço efetuado à Comissão de Acompanhamento destaca-se, ainda, a elevada execução de candidaturas apresentadas no contexto da prioridade “Coesão Local e Urbana”, relativa a projetos de regeneração urbana, requalificação da rede escolar do 1º ciclo do ensino básico e da educação pré-escolar, mobilidade territorial e infraestruturas e equipamentos desportivos.