“Norte Conjuntura"

Turismo na Região do Norte bate recorde de crescimento

1º trimestre de 2016

O turismo na Região do Norte alcançou, no primeiro trimestre de 2016, níveis de crescimento e taxas de ocupação nunca antes registados. A conclusão consta do “Norte Conjuntura”, relatório trimestral da CCDR-N que identifica precocemente as tendências que marcam a evolução económica, a curto prazo, no território.

Pela primeira vez, o número de hóspedes nos estabelecimentos hoteleiros cresceu 18,2 por cento e o de dormidas 22,4 por cento face ao trimestre homólogo de 2015. Já quanto aos proveitos de aposento e proveitos totais, observaram variações homólogas de 31,8 por cento e 27,2 por cento, respetivamente, alcançando os crescimentos mais acentuados desde o 2º trimestre de 2004 (momento de realização do Euro 2004 em Portugal).

O “Norte Conjuntura” destaca ainda que, “num contexto caracterizado, ao nível nacional, pelo abrandamento do crescimento económico e pela quebra do investimento”, a Norte verificou-se uma estagnação do emprego, com uma variação homóloga de apenas 0,1 por cento. Apesar disso, a taxa de desemprego diminuiu, refletindo sobretudo a descida da taxa de atividade.