Norte Conjuntura

Desemprego abaixo dos 10 por cento na Região do Norte

2º trimestre de 2017

Os dados regionais, que se destacam no último relatório NORTE CONJUNTURA publicado trimestralmente pela CCDR-N, seguem a tendência nacional de queda do desemprego. Com efeito, a taxa de desemprego na Região Norte cifrou-se em 9,5% no 2º trimestre de 2017, cotando-se em queda quer face ao trimestre imediatamente anterior (10,9%) quer no confronto com o trimestre homólogo do ano passado (11,6%). Longe vai já o pico de 18,5% que fora atingido no primeiro trimestre de 2013.

Já numa análise em termos relativos, a sub-região do Norte com a descida mais acentuada do desemprego registado foi o Alto-Minho, com uma variação homóloga de -24,8%. Seguem-se o Cávado e Terras de Trás-os-Montes com variações homólogas de -23,4% em ambos os casos e o Tâmega e Sousa com -21,0%.

Por outro lado, o emprego continuou a crescer a bom ritmo na Região do Norte (4,1% em termos homólogos), impulsionado sobretudo pela dinâmica inédita neste século dos setores do alojamento e restauração e da construção.

De destacar, ainda, o comportamento da taxa de emprego (dos 20 aos 64 anos), que igualou, no 2º trimestre de 2017, o seu nível máximo dos últimos 14 anos.