Região Norte

CCDR-N dá pontapé de saída ao debate da OCDE sobre criação de emprego e desenvolvimento económico local

Automatização do emprego

A CCDR-N deu o pontapé de saída à 14ª edição do LEED Fórum, uma iniciativa anual da OCDE que promove anualmente o encontro entre decisores políticos, autoridades locais, agências de emprego, empresários e ONGs para a promoção da empregabilidade. De 18 a 19 de setembro, no Porto, Braga e Viana do Castelo, cerca de 300 participantes debatem o impacto da automatização no emprego e como é que as regiões podem estar preparadas para adaptar os recursos humanos a novos contextos.

“A Região do Norte casa de forma feliz com as questões discutidas neste fórum”, destacou Fernando Freire de Sousa, justificando estarmos na região industrial e economicamente mais pujante do país e que tem trabalhado para recuperar da situação de convergência com as demais regiões europeias. O Presidente da CCDR-N destacou, ainda, a importância de ser a região com o programa regional do Portugal 2020 que tem maior dotação financeira e que tem uma escala significativa com 86 municípios, sete comunidades intermunicipais e uma área metropolitana. “Enquadra-se no novo paradigma da OCDE de governação a vários níveis”, rematou.

Na abertura do Fórum, as palavras do Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social foram de otimismo e de expetativa positiva sobre as mudanças tecnológicas e a criação de novos postos de trabalho. José António Vieira da Silva destacou, por exemplo, que em 2014 e 2015, anos de forte criação de postos de trabalho, o Norte tenha liderado com mais de 40 por cento de criação de emprego.

O debate em torno do tema foi aprofundado em workshops promovidos em parceria com atores locais como a AORP - Associação de Ourivesaria e Relojoaria de Portugal e o CINDOR – Centro de Formação Profissional da Indústria de Ourivesaria e Relojoaria, o Porto Tech Hub, o UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto e o SAOM - Serviços de Assistência Organizações de Maria. Do programa destaca-se, igualmente, visitas a empresas da região instaladas nos municípios de Viana do Castelo e de Braga e espaço de networking com a Associação de Municípios do Douro Superior, a Associação de Turismo do Porto e a Delegação de Vila Nova de Gaia da Cruz Vermelha Portuguesa.