Região do Norte

Barro preto de Bisalhães dá novo selo da UNESCO ao Norte de Portugal

Património Cultural Imaterial

O barro preto de Bisalhães, arte produzida em Vila Real que segue uma técnica ancestral, foi reconhecido pela UNESCO com o selo Património Cultural Imaterial pela sua importância antropológica e etnográfica.

A candidatura, apresentada na categoria de manifestações artísticas pelo Município de Vila Real, com o apoio da Junta de Freguesia de Mondrões, da associação empresarial Nervir e da Direção Geral do Património Cultural, recebeu luz verde na última a reunião do Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da UNESCO.

Com este reconhecimento os promotores pretendem dar um novo impulso à produção do barro preto de Bisalhães, aumentando a sua visibilidade e proveito económico.