Os gestores dos 15 sítios que compõem a Rede Nacional do Património Mundial da UNESCO reúnem, no próximo dia 8 de maio no Douro, numa sessão de trabalho que se realizará a bordo de um barco entre o cais do Pinhão e o do Pocinho.

Com a encosta do Douro como pano de fundo, os responsáveis portugueses por dinamizar de forma integrada os sítios classificados como Património Mundial avaliam o plano de atividades conjunto e definem ações a desenvolver em parceria até ao final do ano. A reunião servirá, ainda, para a Comissão Nacional da UNESCO apresentar objetivos e metas da Agenda de Desenvolvimento Sustentável.

A Rede Nacional do Património Mundial da UNESCO foi criada em 2014 com objetivos de partilhar experiências de gestão de património e de apelar à inteligência coletiva e à coordenação de atividades conjuntas. É composta pelos sítios Alto Douro Vinhateiro, Centro Histórico de Angra do Heroísmo, Centro Histórico de Évora, Centro Histórico de Guimarães, Centro Histórico do Porto, Cidade-Quartel Fronteiriça de Elvas e suas Fortificações, Convento de Cristo em Tomar, Floresta Laurissilva da Madeira, Mosteiro de Alcobaça, Mosteiro da Batalha, Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém, Paisagem Cultural de Sintra, Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico, Sítio de Arte Rupestre Pré-histórica do Vale do Côa e Universidade de Coimbra - Alta e Sofia.